Em Forma para Sempre

A Forma Física, Bem-Estar e Saúde são na minha opinião os maiores objectivos a atingir e benefícios a alcançar com a actividade física e determinados estilos de vida.

Sinto a necessidade de desde já esclarecer algumas confusões que podem existir. Estar em forma física, não quererá dizer que se está obrigatoriamente em elevados níveis de forma desportiva, tal como, estar ao mais alto nível do ponto de vista do rendimento desportivo, pode não significar que os níveis de bem-estar e saúde estejam no seu melhor. Os processos ligados ao Alto Rendimento estão por vezes mesmo na fronteira entre a forma desportiva e o cansaço, levando a fases e sensações de mal-estar, que apenas o descanso ou treino mais moderado resolvem.

Destaco os 7 factores que considero os mais influentes na sensação de forma e bem-estar que se possa ter:

  1. Factores Genéticos:

Existe pessoas que são mais predispostas em apresentar níveis de saúde elevados ou baixo, sabendo que apesar de todos os restantes factores, este poderá ser considerado o menos controlável. Mesmo assim, os restantes 4 factores que passo a descrever são altamente influenciadores deste primeiro.

  1. A idade:

Até ser ultrapassada a idade da adolescência e ser finalizado o crescimento, têm-se geralmente inúmeras doenças que em adulto desaparecem;

Após uma determinada idade, muito variável, os processos de envelhecimento influenciam de forma clara o dia-a-dia de cada um;

  1. O Peso:

Seja por excesso ou por falta do mesmo, o peso relativo de cada indivíduo, tal como a sua % de massa gorda são factores que não influenciam directamente qualquer tarefa que implique desempenho motor, tal como são a razão subjacente a muitas doenças e problemas que têm na verdade origem neste ponto;

  1. A Alimentação:

Este aspecto tem de um modo geral influência directa no ponto anterior, tal como é responsável directo dos aspectos que se prendem com a disponibilidade de energia para as tarefas do dia-a-dia, crescimento e reforço, ou debilitação dos sistemas que permitem controlar grande parte das doenças;

  1. A Actividade Física:

Na conta peso e medida adequada para a idade, género e nível de actividade habitual, a inclusão de actividade física regular nas rotinas diárias é por ventura o factor, conjuntamente com a alimentação, que pode de forma visível influenciar o bem-estar e estado geral de saúde e forma física.

  1. Tabagismo e Alcoolismo:

Este tema já está gasto. Apenas o incluo porque os efeitos nefastos do tabaco e álcool são demasiado óbvios para serem esquecidos. Se em relação ao tabaco, é unânime que cada cigarro ou tempo passado em ambientes de fumo tem repercussões directas e linearmente piores na medida da sua repetição, em relação ao álcool, para além de não ter influencia negativa nas pessoas que estão por perto, também parece ser unânime que um pouco de vinho ou até uma cerveja não tem efeitos negativos desde que em pouca quantidade;

  1. Factores socioprofissionais:

A estabilidade e bem-estar familiar, a estabilidade e realização profissional, tal como a estabilidade económica são também sem dúvida factores a considerar. A Qualidade de vida geral tem implicações directas na regulação do dia-a-dia, e capacidade de desenvolver actividades que beneficiam a forma física.

A actividade física não pode ser confundida com exercício ou treino desportivo. Para tentares manter-te em forma no teu dia-a-dia podes ter pouco tempo para treinar ou nem praticar nenhum desporto, mas podes incluir nas tuas rotinas, hábitos saudáveis e que recomendo.Qualquer um dos factores acima enunciados é directamente e reciprocamente consequência do outro, sabendo que, não conseguimos, através dos nossos hábitos e comportamentos, alterar todos eles da mesma forma. Irei apenas limitar-me a tratar dos factores relacionados com o exercício físico, sabendo que, especialistas em cada uma das áreas terão seguramente estratégias e conselhos.

Antes de te envolveres em qualquer processo de treino, deves tornar as seguintes tarefas num hábito:

  1. Para todas as deslocações inferiores a 10’ minutos, vai a pé. Facilmente conseguiras acumular 1h00 de marcha no teu dia;
  2. Se viveres num prédio, utiliza a escadaria sempre for possível;
  3. Se as estradas ou caminhos o permitirem, e tiveres tempo para o fazer, utiliza a bicicleta para te deslocares para o trabalho, compras, etc. …
  4. Se o teu emprego obrigar a longos períodos parado, tentar deslocar-te sempre que possível para quebrares o tempo na mesma posição;
  5. Caso o teu emprego requeira grandes períodos sentado, porque passar o almoço novamente na mesma posição? Tenta preparar o teu próprio almoço volante e aproveita o tempo para andar um pouco enquanto tomas a tua refeição;

Assim que tiveres ultrapassado esta primeira fase e pretendas ir um pouco mais além na tua actividade, deves então pensar em incluir exercício físico e treino nas tuas rotinas.

No sentido de entrares na rotina que te vai proporcionar uma boa forma física e bem-estar geral, segue o plano semanal abaixo e vais ver que te vais sentir melhor que nunca.

Efectuei a simulação de uma rotina diária onde encaixei as tarefas mais habituais e onde sugiro a introdução de situações de Exercício.

Para que esta rotina não se torne mais uma fonte de stress no teu dia-a-dia, e para que te sintas motivado para treinar sem desistir, tenta ter os seguintes cuidados:

  1. Não treines quando te sentires demasiado cansado;
  2. Sempre que existirem razões pessoais, familiares ou profissionais que o obriguem, não tenhas problemas em não realizar um treino;
  3. Tenta encontrar um ginásio perto de casa e que permita deslocações com pouco trânsito. O trabalho em ginásio vai permitir-te manter a actividade mesmo quando o tempo está mau e os dias são mais curtos;
  4. Tenta envolver os elementos da tua família nos treinos de fim-de-semana de forma a não teres de passar mais tempo afastado;
  5. Tem sempre o teu equipamento desportivo contigo. Por vezes surgem ocasiões que podes aproveitar;
  6. Não treines mais do que uma vez por dia. Para te sentires em forma não é necessário treinar muito, é sim importante treinar com regularidade;
  7. Treina com intensidades baixas;
  8. Envolve amigos e colegas de trabalho nos teus treinos. Vais ver que com companhia é mais fácil;

Faz o teu próprio horário e vais ver que consegues incluir quase todos os dias um pouco de actividade na tua vida. Começa já, pois quanto mais tarde pior!

Não arranjes mais pretextos e desculpas para não te pores em forma! Todos têm uma vida difícil de conciliar com a actividade física, mas os que conseguiram motivações para começarem a mexer, podem “sentir-se em forma para sempre”