O sistema Motionmetrix 3D é uma inova­ção tecnologia de vanguarda que coloca ao alcance de todos uma avaliação biome­cânica ainda há bem pouco tempo apenas possível de realizar em laboratórios desti­nados à investigação científica, implican­do muito tempo e com custos muito elevados.

Este sistema é o primeiro nesta área que não requere a colocação de pontos ou marcas articulares, facilitando assim toda a preparação para o teste e reduzindo a possibilidade de eventuais desvios pela colocação manual dos pontos articulares.

Esta tecnologia serve para todos os níveis, desde atletas de alto rendimento, passan­do por atletas amadores, e por todos aque­les que se estão a iniciar à corrida.

A tecnologia Motionmetrix 3D assenta sobre uma gravação vídeo tridimensional do atleta a correr sobre uma passadeira, a uma velocidade regulável de acordo com a capacidade individual de cada um, sem nenhuma preparação especial, pois a de­teção dos pontos articulares é automática durante o movimento.

O processo de avaliação em si, demora aproximadamente 3 minutos, efetuando a análise de 60 marcadores de perfor­mance, movimento, e carga articular, com vários parâmetros de análises bilaterais e segmentares. O atleta recebe imediata­mente a seguir à avaliação na sua caixa de correio eletrónico um ficheiro vídeo mp4 com a gravação do teste, sendo possível rever-se a correr em camara lenta em vá­rios planos com imagem real, por vetores, ou representação virtual reconstruída do esqueleto. Para além deste vídeo, é gerado um ficheiro PDF com todos os gráficos e parâmetros de análise individual.

Finalmente, o técnico especializado que efe­tuar a avaliação, senta-se com o atleta, para analisar os desvios dos padrões de elite as­sentes na comparação com mais de 600 testes a diferentes velocidades que fazem parte de uma base de dados do sistema.

Numa fase posterior, devem ser recomen­dados os exercícios de correção necessá­rios e implementadas as sessões de treino personalizado para a aplicação dos mes­mos.

São claramente identificadas duas áreas de intervenção privilegiadas pelo uso do sistema Motionmetrix 3D. A área da per­formance ou rendimento desportivo, que pela análise de vários parâmetros permite aos treinadores prescreverem determina­dos exercícios e rotinas para melhorar o que foi detetado como parâmetros de ren­dimento fora dos referenciais de Elite. São exemplos disso a inclinação do tronco, tipo de ataque do pé ao solo, força propulsiva, desvios laterais, entre muitos outros.

A segunda área é de prevenção de lesões e deteção das eventuais razões que podem estar na origem de um atleta lesionar-se sistematicamente com o treino da corrida. A informação precisa acerca de desvios de ângulos e de diferenças bilaterais ajudam para a prescrição das formas de interven­ção para melhorar, sejam elas por parte do treinador ou dos técnicos especializados na respetiva área de intervenção.

Comparando com os sistemas de avalia­ção biomecânica, mas para o ciclismo, as diferenças são notórias. Enquanto a intervenção com o sistema Motionmetrix 3D é toda orientada para o atleta, com recomendações de intervenção na área do treino, os sistemas de avaliação para o ciclismo orientam fundamentalmente a intervenção no material e equipamentos, tentando adequa-lo ao ciclista.

Estamos, portanto, a falar de uma ferra­menta com aplicação direta e imediata no treino, que permite logo após a ava­liação a implementação de exercícios complementares para a melhoria da cor­rida. Finalmente, a comparação através da sobreposição de vários momentos de avaliação permite verificar se os exercí­cios realizados entre duas avaliações sor­tiram o efeito desejado.

O sistema Motionmetrix está disponível em Portugal desde o mês de setembro de 2018 e tem distribuição exclusiva da On­trisports para o continente e ilhas.

Marca a tua avaliação e vais ficar surpreen­dido com o que podes melhorar na tua cor­rida. info@ontrisports.com

Boas avaliações!

Se tiverem questões técnicas ou dúvidas não hesitem em contactar-nos.